logo

 

Enquete

Gás de Folhelho

Vamos ter uma revolução do gás de folhelho no Brasil?

» Go to poll »
1 Votes left

jVS by www.joomess.de.

Mídias Sociais

FacebookTwitterLinkedin

Áreas de atuação

Áreas de atuação

A utilização da tecnologia geofísica não está limitada às indústrias de recursos minerais. É também empregada em muitas outras áreas da pesquisa científica e da exploração. Em Arqueologia, por exemplo, a Geofísica é utilizada para encontrar ruínas de cidades enterradas, muros, aquedutos e cavernas. O radar de penetração do solo (GPR) e a perfilagem da resistividade são métodos bastante utilizados nessa área. A Oceanografia e as Ciências Atmosféricas também adotam a Geofísica para analisar a estrutura e os movimentos da atmosfera e dos oceanos. Hoje em dia, os métodos geofísicos são usados extensivamente na exploração da subsuperfície, pois além de produzirem resultados rápidos e acurados, ainda mais importante é seu aspecto ambientalmente correto, pois não são destrutivos nem invasivos.

A Geofísica pode ser empregada em diversas situações:

  • Exploração de hidrocarbonetos, minerais e águas subterrâneas
  • Arqueologia
  • Estudos atmosféricos
  • Oceanografia
  • Ciências Planetárias
  • Astronomia e Astrofísica
  • Desastres naturais como vulcões e terremotos
  • Monitoramento de explosões nucleares
  • Mapeamento de instalações urbanas enterradas
  • Forense

As principais áreas de estudo que utilizam Geofísica são:

Sismologia – estuda as perturbações dinâmicas no interior terrestre produzidas por terremotos ou por explosões; seu objetivo principal é determinar o modelo estrutural da Terra, compreender as causas e mecanismos dos terremotos, prever locais onde esses tremores podem constituir riscos sócios econômicos, monitorar a ocorrência e mecanismo de sismos causados por influência humana (na construção de barragens hidrelétricas, por exemplo);

Sísmica – geralmente utiliza fontes artificiais (explosões, ar comprimido, queda de pesos, vibradores) para gerar ondas elásticas que irão se propagar pelo meio a ser investigado, podendo sofrer refração, reflexão ou difração nas várias estruturas presentes em profundidade; é uma área bastante utilizada na busca de hidrocarbonetos e minerais em geral;

Geomagnetismo – estuda as perturbações do campo magnético terrestre causadas pela presença de corpos com propriedades magnéticas distintas nas camadas superiores da Terra; é um método bastante utilizado na determinação de profundidades de certas estruturas rochosas, e na busca de minerais magnéticos;

Paleomagnetismo – estuda a magnetização registrada nas rochas quando de sua formação, que fornece os parâmetros do campo magnético existente na época; a informação contida em rochas de diferentes idades permite investigar a história do campo geomagnético; a comparação das direções de magnetização das rochas de mesma idade situadas em diferentes locais permite estudar o deslocamento relativo de blocos continentais sobre a superfície terrestre;

Gravimetria – estuda a distribuição de massa no interior terrestre, através da medição e análise das variações do valor da aceleração de gravidade; é um método bastante utilizado na determinação da forma, estrutura e propriedades físicas da Terra;

Geodésia – estuda a forma, dimensões e o campo de gravidade da Terra, visando o posicionamento de pontos para mapeamento, monitoração de deslocamentos nas regiões onde ocorrem processos geodinâmicos e navegação;

Geotermia – estuda a distribuição de fluxo de calor e temperatura no interior terrestre, com o propósito de compreender os processos dinâmicos que ocorrem no interior da Terra, como a geração de magma e convecção do manto;

Geodinâmica – estuda os processos dinâmicos que ocorrem na Terra, suas causas e implicações na superfície; seu principal objetivo é estudar o mecanismo envolvido nos movimentos das placas litosféricas que provocam deformação nas camadas superiores, dando origem a novos oceanos, bacias, cadeias de montanhas, vulcões e fossas oceânicas;

Geoelétrica – investiga as estruturas rochosas por meio de diversas técnicas baseadas nas propriedades elétricas e eletromagnéticas das rochas que compõe a crosta terrestre; pode utilizar fontes naturais ou artificiais para a investigação das propriedades dos materiais, sendo uma área muito utilizada na busca de água subterrânea, minerais metálicos e mapeamento de bacias sedimentares.

Prospecção Mineral

Águas subterrâneas

Arqueologia

Aula de Geotecnia


Últimas notícias

As mais lidas