logo

 

Enquete

Gás de Folhelho

Vamos ter uma revolução do gás de folhelho no Brasil?

» Go to poll »
1 Votes left

jVS by www.joomess.de.

Mídias Sociais

FacebookTwitterLinkedin

Produção de petróleo da Petrobras cresce 3,7%

A produção de petróleo (óleo mais líquido de gás natural - LGN) de todos os campos da Petrobras no Brasil atingiu a média de 1 milhão 979 mil barris por dia (bpd) em setembro. Esse volume é 3,7% maior que a média produzida no mês anterior (1 milhão 908 mil bpd). Incluída a parcela operada pela Petrobras com empresas parceiras, o volume total produzido em setembro foi de 2 milhões 44 mil bpd, 3,7% acima da produção de agosto.

Esse resultado positivo deve-se à entrada em operação de novos poços nas plataformas FPSO Cidade de Itajaí (Bacia de Santos), P-53 e P-54 (Bacia de Campos) e FPSO Piranema (Bacia de Sergipe). Seguindo o cronograma, no mês de setembro houve a conclusão das paradas programadas para manutenção das plataformas P-26 e P-35, ambas no ativo de Marlim e as atividades programadas para a parada da plataforma P-51, no ativo de Marlim Sul e a UPGN2 no ativo de Urucu, na UO-AM.

O destaque do mês foi o recorde mensal produzido nas áreas do pré-sal, que chegou a 326,8 mil barris/dia. No dia 2 de setembro foi batido, também, o recorde diário na produção do pré-sal, com 337,3 mil barris/dia. Esses volumes referem-se à produção total operada pela Petrobras nessas áreas, incluída a parte dos seus parceiros.

A produção total da Petrobras no Brasil, em setembro, incluídos petróleo e gás natural, atingiu a média de 2 milhões 368 mil barris de óleo equivalente por dia (boe/d), volume 3,2% acima do produzido em agosto.

Estão sendo concluídos os trabalhos de interligação do primeiro poço produtor da plataforma P-63, primeira unidade de produção instalada no campo de Papa-Terra. Além disso, as obras da plataforma P-55 também foram concluídas. A unidade foi rebocada para a locação definitiva. Ela chegou ao campo de Roncador no último dia 22 de outubro, onde está sendo realizado o trabalho de ancoragem.

Somado à produção da empresa no exterior, o volume total de petróleo mais gás natural atingiu, em setembro, a média de 2 milhões 577 mil boe/d, 3% acima da produção total de agosto.

Produção de gás natural

A produção de gás natural dos campos da companhia no Brasil, em setembro, foi de 61 milhões e 800 mil metros cúbicos por dia. A produção total de gás, incluída a parte operada pela empresa para seus parceiros, foi de 69 milhões e 200 mil metros cúbicos por dia, mantendo, aproximadamente, os mesmos níveis dos volumes produzidos em agosto. Em setembro, também, a Petrobras bateu novo recorde mensal de aproveitamento do gás associado ao petróleo produzido em seus campos no Brasil: 94,36%, contra 94,01% do recorde anterior, registrado em julho.

Produção no exterior

A extração total de petróleo e gás natural no exterior, em setembro, foi de 209.433 boe/d, correspondendo a um aumento de 1,8% em relação ao mês de agosto, devido ao ajuste na contabilização da produção de óleo do Campo de Akpo, na Nigéria.

Desse total, a produção de gás natural chegou a 15 milhões 710 mil metros cúbicos/dia, 0,8% abaixo do volume produzido no mês anterior, em decorrência do declínio natural do Campo de Santa Cruz I, na Argentina.

A produção de petróleo, no exterior, foi de 116.964 barris diários, 4% acima, na comparação com o mês de agosto, consequência do ajuste na contabilização da produção de óleo do Campo de Akpo, na Nigéria.

Informação à ANP

A produção total informada à ANP foi de 9.217.571,08 m³ de óleo e 2.180.711,52 mil m³ de gás em setembro de 2013. Esta produção corresponde à produção total das concessões em que a Petrobras atua como operadora. Não estão incluídos os volumes do Xisto, LGN e produção de parceiros onde a Petrobras não é operadora.

Petrobras - 25/10/2013 - Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional


Últimas notícias

As mais lidas