Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Bacharelado em Geofísica da UFOPA

O bacharel em Geofísica da Universidade Federal do Oeste do Pará estará habilitado a realizar medidas físicas na superfície e no interior da Terra, com aplicações em prospecção mineral, petróleo e água subterrânea, na avaliação ambiental e na identificação de contaminação do subsolo, além de fazer análise do risco sísmico e apoiar buscas arqueológicas.

Instituto de Engenharia e Geociências

O Instituto de Engenharia e Geociências (IEG) tem como missão realizar a educação tecnológica, com responsabilidade social e ambiental, visando à formação e à qualificação de profissionais capazes de promover o desenvolvimento tecnológico da Amazônia de forma sustentável, por meio do ensino, da pesquisa, da extensão e da inovação tecnológica.

A necessidade de desenvolvimento tecnológico na Amazônia passa, obrigatoriamente, pela formação de um profissional diferenciado. Nesse contexto, os cursos do IEG priorizam a formação de um profissional com conhecimento multidisciplinar, visão ampla e capacidade para transitar entre as diversas áreas tecnológicas, ao contrário dos cursos tradicionais de engenharias, que são divididos em áreas que valorizam a formação tecnológica localizada.

O Instituto é formado por três programas: 

  • Ciências da Terra, com o bacharelado interdisciplinar em Ciências da Terra, no primeiro ciclo de formação, e dois bacharelados específicos, em Geologia e Geofísica, no segundo ciclo;
  • Ciência e Tecnologia, com o bacharelado interdisciplinar em Ciência e Tecnologia, no primeiro ciclo, e o Bacharelado Específico em Engenharia Física, no segundo;
  • Computação, com bacharelado interdisciplinar emCiência da Informação e Computação e bacharelado específico em Ciência da Computação.

Histórico

A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) foi criada pela Lei nº 12.085, de 5 de novembro de 2009. É a primeira instituição federal de ensino superior com sede num dos pontos mais estratégicos da Amazônia, no município de Santarém, a terceira maior cidade paraense, mundialmente conhecida por suas belezas naturais, com destaque para o encontro das águas dos rios Tapajós e Amazonas. A criação da UFOPA faz parte do programa de expansão das universidades federais, e é fruto de um acordo de cooperação técnica firmado entre o Ministério da Educação (MEC) e a Universidade Federal do Pará (UFPA), no qual se prevê a ampliação do ensino superior na região Amazônica.

A UFOPA surgiu da incorporação do Campus de Santarém da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Unidade Descentralizada Tapajós da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), as quais mantinham atividades na região Oeste Paraense. A UFOPA assimilou também outras unidades da UFPA e da UFRA para a formação dos campi de Alenquer, Itaituba, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná. Em Santarém, a UFOPA mantém suas atividades em dois campi: o Campus Rondon, localizado no bairro Caranazal (antigas instalações da UFPA) e o Campus Tapajós, localizado no bairro Salé (antigas instalações da UFRA).

A proposta acadêmica da UFOPA está estruturada em um sistema inovador pautado pela flexibilidade curricular, interdisciplinaridade e formação em ciclos, constituídos de um sistema integrado de educação continuada. De acordo com o projeto pedagógico institucional, a UFOPA organiza-se em institutos temáticos e um Centro de Formação Interdisciplinar (CFI), destinados a produzir ensino, pesquisa e extensão com forte apelo amazônico. Organizados em programas, os institutos são responsáveis pela oferta de mais de 30 cursos de graduação, além de cursos de pós-graduação lato e stricto sensu.

Ciclos de Formação

A estrutura acadêmica da UFOPA é composta por diferentes ciclos de formação. Correspondente à Formação Graduada Geral, o Primeiro Ciclo conta com nove bacharelados interdisciplinares (BI) de curta duração (três anos em média), que habilitam a um primeiro diploma universitário. Esse ciclo compreende ainda a Formação Interdisciplinar II, voltada à formação comum de cada instituto, além de mais quatro semestres de estudos para conclusão dos bacharelados interdisciplinares de cada instituto.

Referente à Formação Graduada Específica, o Segundo Ciclo habilita a um segundo diploma universitário e compreende cursos de graduações específicas – sete licenciaturas integradas e interdisciplinares e 18 bacharelados específicos –, com número variável de horas e de semestres, também oferecidos pelos institutos.

O Terceiro Ciclo corresponde à Formação Pós-Graduada stricto e lato sensu, que compreende cursos de especialização, mestrado profissional, mestrado acadêmico e doutorado, em função do projeto pedagógico de cada instituto.

Administração

Diretor: Prof. Dr. Celson Lima - celson.lima@ufopa.edu.br 

Secretária Executiva: Geiva Lobato Picanço - glpicanco@hotmail.com  

Administradora: Karoline Dolzanes Machado Lira - krollira@yahoo.com.br 

Técnico em Assuntos Educacionais: Rui Carlos Mayer - ruicmayer@gmail.com 

Geólogo: Livaldo de Oliveira Santos - CREA 17877D-PA livaldo@ufpa.br ou geolivaldo@yahoo.com.br

Técnico especialista: Giulio Wagner Volante - giulio@ufpa.br

Endereço

UFOPA - CAMPUS TAPAJÓS

R. Vera Paz, s/n – Salé - Santarém, Pará, Brasil - 68035-110

Correio eletrônico: ieg.ufopa@gmail.com

23/10/2012

Comente este artigo


Código de segurança
Atualizar