Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Promovido pela Associação Brasileira de Geólogos de Petróleo (ABGP), será realizado de 16 a 18 de outubro, no Rio de Janeiro, o short courseFundamentos da avaliação petrofísica, ministrado pelo geólogo Fernando Maia Jr, presidente do capítulo brasileiro da Society of Petrophysicists and Well-Log Analysts (SPWLA).

Apresentação

Ao final deste curso, o aluno deverá ser capaz de compreender o que é a petrofísica, saber no que consiste a avaliação petrofísica a partir de perfis e reproduzir o fluxo de trabalho básico para uma avaliação petrofísica.

EMENTA

1. História da Perfilagem e da Petrofísica;
2. O sistema rocha-fluido e a avaliação volumétrica;
3. Insumos e produtos da avaliação petrofísica;
4. O ambiente de perfilagem;
5. Ferramentas básicas de perfilagem;
6. Petrofísica laboratorial;
7. Correções de profundidade e cálculos de temperatura;
8. Estimativa de argilosidade;
9. Estimativa de porosidade total e efetiva;
10. Integração rocha-perfil;
11. Cálculo de saturação;
12. Valores de corte e totalização;
13. Permeabilidade e dados dinâmicos.

O INSTRUTOR

Fernando Maia Jr. é geólogo formado pela Universidade de Brasília (UnB, 2005). Ingressou na Petrobras em 2007 e especializou-se em Análise de Bacias aplicada à Geologia do Petróleo pela UERJ, com a monografia "Deltas - Uma revisão de conceitos" (2007). Atuou um ano no acompanhamento geológico de campo na Bacia de Sergipe-Alagoas (2007-2008). Capacitou-se em Petrofísica pela Universidade Petrobras (2008-2009) e em "Advanced Petrophysics" pela Universidade do Texas em Austin (2010). Atuou sete anos na Caracterização e Estudos Especiais de Reservatório, com foco em Avaliação e Caracterização Petrofísica, principalmente nos campos da Bacia de Sergipe-Alagoas, tendo participado da criação e revisão dos modelos petrofísicos de todos os campos, com destaque para os campos de Piranema e Carmópolis, dois dos principais campos da bacia, e para a área exploratória de águas ultraprofundas. Tem experiência na avaliação de reservatórios convencionais, complexos (embasamento fraturado, conglomerados, interlaminados, óleo de alta viscosidade associado a água doce) e não convencionais ("tight gas"). Neste período, também atuou como instrutor na área de Petrofísica, especialmente na Interpretação de Perfis e Correlação Rocha-Perfil, principalmente na Universidade Petrobras e na Universidade Federal de Sergipe. Desde 2015, trabalha na Exploração da Petrobras, no Rio de Janeiro, com foco na coordenação de projetos integrados de avaliação e modelagem e na formação e treinamento continuado de petrofísica e geologia. É presidente do capítulo brasileiro da Society of Petrophysicists and Well-Log Analysts (SPWLA). 

Serviço

Minicurso: Fundamentos da avaliação petrofísica

16 a 18 de outubro de 2017

Rio de Janeiro

Inscrições: abgp@abgp.com.br

Informações aqui

Geofísica Brasil

 

Comente este artigo


Código de segurança
Atualizar