Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Pesquisadores do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) desenvolveram um sistema capaz de prever a ocorrência de raios com até 24 horas de antecedência.

O Brasil é o país que apresenta maior incidência de descargas atmosféricas e deixa todos os anos cerca de 110 mortos e 500 feridos.

O sistema é resultado do projeto "Detecção de sinais de vulnerabilidade relacionados a mudanças climáticas na incidência de descargas atmosféricas no Brasil", apoiado pela FAPESP.

Leia a reportagem completa em: http://agencia.fapesp.br/21942

Agência Fapesp

Comente este artigo


Código de segurança
Atualizar